• Rua Lauro Linhares, 202A, Florianópolis-SC
  • Whatsapp (48) 99944.2812
  • admin@garimpario.com.br

Se tem algo que nos motiva como brechó, é espalhar a palavra do reuso e influenciar mais e mais gente a apostar no consumo consciente. Logo, nesse início de ano não poderíamos deixar de publicar este guia com 10 dicas para se tornar um consumidor consciente em 2019!

 

 

Então, se você é essa bruxa devota da palavra do horóscopo, ou se apenas curte e acha divertido esse papo astrológico, vem com a gente conferir o look de brechó de cada signo!

 

10 dicas para se tornar um consumidor consciente

 

Cartaz do filme "Os Delírios de Consumo de Becky Bloom"

1 Fora compras por impulso

Pensar e repensar as compras é um passo importante para minimizar os impactos negativos das nossas ações sobre o mundo. Consumir menos, por sua vez, têm impacto direto na geração de lixo, na disponibilidade de recursos naturais e no seu bolso.

Assim, quando bater aquela vontade de comprar um pisante, um celular, uma blusinha novos, reflita! Você realmente precisa desses itens? Será que não rola usar a criatividade e criar looks diferentões com os tênis que você já possui? Ou continuar por mais tempo com o mesmo smartphone? Talvez comprar a blusinha em um brechó online ou físico e aumentar o ciclo de vida dessa peça seja a melhor opção…

2 Ecobags já!

Leve sua própria sacola para carregar suas compras, seja na feira, no supermercado, em lojas de roupas, de presentes… Assim você evita o desperdício de sacolas plásticas. Elas demoram cerca de 450 anos para se decompor!

Ah, e você já deve ter visto várias imagens de sacolas no oceano, machucando e dificultando a vida de animais marinhos ou, ainda, causando sua morte, não é mesmo? Mais um motivo super importante pra evitar sacolas de plástico.

“Mas como é que eu faço pra jogar o lixo fora?”. Muita gente utiliza as sacolas plásticas provenientes das compras de supermercado para descartar seus rejeitos. Porém, há outras opções! Uma é investir em sacolas compostáveis e, para lixo seco, apostar em sacos de jornal. Outra, é optar pelas caixas de papelão reutilizadas que alguns supermercados oferecem. A ideia é utilizar essas caixas para, primeiro, levar as compras para casa e, posteriormente, para descartar o lixo seco.

Ecobag "Made in Beagá"
Presente embrulhado em papel kraft e barbante

3 “Pode embalar pra presente?”

Pode pedir pra embalar pra presente sim, mas presta atenção pra ver se a embalagem da loja é reutilizável ou reciclável, tá? Pode ser que exista uma forma mais sustentável de embalar o presente que você possa apostar – e até fazer em casa!

Aqui no Garimpário a gente se preocupa bastante com essa questão, tanto é que nossas embalagens são de caixa de papelão reutilizada e papel de seda preto. A ideia é que você possa usá-las para outras finalidades, como presentear outra pessoa, dar para os pets brincarem ou descartar o lixo seco.

Além de preferir embalagens de presentes reutilizáveis, aposte sempre em produtos com menos embalagens ou com embalagens retornáveis, mesmo que não sejam para presente. Uma sugestão é, caso sua família seja grande, comprar bebidas em embalagens maiores, adiando a recompra e, assim, gerando menos lixo.

4 Aproveite seus bons drinks sem canudo

Canudinhos plásticos correspondem a 4% de todo lixo plástico do mundo. Podem levar até 1000 anos para se decompor, contribuem para o consumo de petróleo, são fonte de formação do microplástico (responsável pela morte de diversas espécies de animais e contaminação de nossos alimentos, sal e água). Tudo isso causado por um item que é utilizado por, em média, 4 minutos e depois é descartado. A conta não fecha, né?

Por isso, elimine já o uso de canudo plástico da sua vida! Você pode substituí-lo por canudos ecológicos, de vidro ou metal, ou simplesmente beber direto do copo ou garrafa.

Bartender Adriano Rodrigues serve drink com canudo feito de macarrão

5 Tá liberado starlkear marcas e fabricantes

Pesquise e saiba tudo sobre as marcas que você consome!

A empresa e seus fabricantes devem ter uma postura de responsabilidade social e ecológica para continuarem na sua lista de compras. Empresas envolvidas em polêmicas de trabalho escravo e danos ambientais, por exemplo, devem ser eliminadas imediatamente do seu consumo. Não vamos tolerar e patrocinar posturas irresponsáveis, não é mesmo?

6 Valorize empresas com boas práticas

Além de não consumir produtos de empresas negligentes com o meio ambiente, sociedade e funcionários, divulgue marcas que têm uma postura responsável em frente a isso tudo.

É que tão importante quanto colocar a boca no trombone e reclamar de ações pouco ou nada éticas, é incentivar as boas práticas pra que elas se repitam.

7 Pense duas vezes antes de mandar passar tudo no cartão

Consumo consciente não tem só a ver com a saúde do planeta, mas também com a sua saúde financeira! Afinal de contas, uma coisa está atrelada a outra. Por isso, avalie bem suas compras e pense duas vezes antes de usar o cartão de crédito.

Não dá pra esperar ter o dinheiro pra comprar no débito e parcelar? Se for realmente necessário fazer a compra no cartão, você vai conseguir pagar tudo em dia? Esses são questionamentos que você deve se fazer antes de mandar passar tudo no cartão.

8 Separe seu lixo

Sabia que o simples ato de separar o lixo significa economia de recursos naturais, preservação do meio ambiente e geração de empregos? Então, nada de preguiça e bora separar o lixo em casa e no trabalho, e exigir que empresas e instituições façam o mesmo!

9 Espalhe a palavra do consumo consciente e influencie pessoas

Não trate o consumo consciente com ar de superioridade, transformando em algo elitista. Seja humilde e dissemine essa ideia de forma a influenciar pessoas, e não a torná-las avessas ao conceito. Não é hora de bancar o diferentão barroco. A gente quer todo mundo junto com a gente nessa!

10 A auto reflexão deve ser diária

credite, você sempre terá algo a aprimorar nos seus hábitos de consumo! Por isso, nunca deixe de se perguntar se suas práticas causam mais impactos positivos ou negativos para o mundo. Releia nossas 10 dicas para se tornar um consumidor consciente, reflita e, se necessário, repense seus valores uma vez, e outra, e mais outra. Busque equilibrar o seu desejo e a sua necessidade com a sustentabilidade global. Assim minimizando os impactos negativos do seu consumo sobre a sociedade, a economia e a natureza.

Vai dizer, essa é uma das melhores resoluções de ano novo, né?

Curtiu nossas 10 dicas para se tornar um consumidor consciente? Então fique de olho por aqui. Ainda temos várias dicas sobre o assunto para compartilhar com o mundo!

Compre consciente!

Confira os nossos garimpos na loja virtual e continue acompanhando a gente por aqui.

Meu nome é Cassia Guerra, e eu sou brechozeira!